8 de novembro de 2011

Profissional virou Mamãe, e agora?



Antes de engravidar, pensava em fazer tantas coisas para aperfeiçoar meu lado profissional, que só me imaginava mamãe depois de muito tempo...
No momento que me descobri grávida, estava fazendo 2 cursos e já pensando na faculdade. Fiquei de início um pouco perdida, e com o desenvolvimento da gravidez decidi priorizar esse momento e me dedicar inteiramente a ser mamãe.
Não foi fácil, afinal tinha vários sonhos profissionais, mas não desisti não, logo mais volto e é aí que inicia mesmo  o post.
Nós mamães e futuras mamães temos que pensar em várias coisas para voltar ao trabalho e estudos ou começa-los.
Primeira: Conseguirei dar conta de tudo? Com ajuda e companheirismo das pessoas mais próximas tenho certeza que sim, se não tiver ajuda, até consiga, mas é muito mais estressante, porém possível.
Segunda: Escolhendo com quem vai ficar o filho; Acho um dos mais difíceis ,devemos procurar alguém ou um lugar de confiança, segurança e ainda por cima que não confunda os valores que você ensina ou quer ensinar.
Terceira: A saudade; Ficar longe do seu filhote é algo que não queremos nem pensar, ainda mais quando já nos vemos perdendo vários momentos importantes da fase de desenvolvimento.
Sei que muitas mamães não tem a opção de ficar mais tempo em casa com seus filhos, pois precisam trabalhar e outras necessitam conviver não só no mundo materno, mas também estar interagindo com outras pessoas que não só falem sobre esse mundo praticamente o dia todo.
Enfim o que você escolher para vocês como: ficar em casa e cuidar do filho e dos afazeres domésticos, trabalhar fora por um longo período ou curto, trabalhar em  casa pertinho do filho, o importante é vocês estarem felizes  com a sua escolha, não se sobrecarregar(será que é possível?), não se sentir culpada e viver e aproveitar cada momento que estiver pertinho do seu ou seus filhos!!!
Achei essa matéria na Revista Crescer quem quiser dar uma lida, fique à vontade.
E aí como vocês resolveram ou estão tentando resolver isso, tem algo mais que gostariam de escrever?

9 comentários:

Mamãezinha disse... [Responder comentário]

Eu optei pela maternidade exclusiva. Hoje minha filha está com 2 anos e 7 meses. Agora penso em retomar minha carreira profissional. Porém, confesso, muitas dúvidas, inseguranças e nem sei por onde começar. Mais dicas, me avise, ok? rsrs. Beijão!!!

Dani Lunkmoss Lohmann disse... [Responder comentário]

Oi Aline, saudadeeeee!!
Bom, eu adoro trabalhar, mas a minha prioridade agora, e por mais algum tempo é o Samuel. A minha vontade é de ficar só com ele, por 24h, até ele entrar na pré-escola, mas meu marido não vai deixar, rs. Então, eu quero aproveitar muuuito esse tempo que eu passo com ele.
Nos privamos de muitas coisas para ter o Samuel, e por isso EU quero cuidar da educação dele, pelo menos em casa.
Não é nada fácil quando só uma pessoa trabalha né, no nosso caso, só o meu marido trabalha e paga tudo, rs.
Mas não há dinheiro no mundo que pague um sorriso, um carinho, um olhar de admiração de um filho.


Um beijãããããoooooo!!!!

Renata Marques disse... [Responder comentário]

Não optei mas por forças das circunstâncias estou como mãe em tempo integral. E não é que esse negócio é bom?

"Maria Heloisa" disse... [Responder comentário]

bom no momento estou me dedicando somente ao meu bebê mais trabalhei até os ultimos dias da gravidez e levo ele p/ o trabalho como é um trabalho com o meu marido fico em casa trabalhando mesmo as vezes levo ele junto comigo para loja mais não me desgrudo do meu bebê por nada =]
Beijinhos

Débora Nunes disse... [Responder comentário]

Amiga adorei as dicas... Pois é eu não consegui ficar longe da Clara e parei de trabalhar...

Mas estudar o ano que vem volto "mais uma vez" rs, pois resolvi mudar de curso... rs

beijos...
Débora

Carina Ferreira disse... [Responder comentário]

Ótimo post. Eu optei por ser mãe em tempo integral. Tenho até carteirinha rsrs
Mas estou dando um jeitinho de ajudar no orçamento trabalhando em casa mesmo e sem desgrudar da malu.
Bjs

Princesinha Myrella disse... [Responder comentário]

Sou mãe por tempo integral,as vezes tenho vontade de trabalhar fora,mas não consigo só de imaginar que vou peder alguma parte do crescimento deles já perco a vontade...trabalho em casa mesmo...bjoooss

Minha Filha Minha Vida disse... [Responder comentário]

eu trabalho e estudo e não estou nem um pouco feliz com a minha "opção" masss se foi o que Deus preparou para mim então sim estou nele por mais que tem horas que eu sinta que vou explodir !!!!

sinto falta da piquena ... sinto que minha casa apesar de ter uma "empregada" fica meio de lado .... sinto falta de poder dar atenção ao marido ao invez de estar sempre estressada e mal humorada ....

vamos esperar que 2012 com o fim da facul a minha vida comece a ser um pouco mais de mim (do que eu quero)

beijos e obrigada pela dica da materia ....

Raquel Fernanda disse... [Responder comentário]

Adorei o post e o seu blog ta lindo

Postar um comentário

Comenta vai?! Vamos Amar!!!

Beijos Nossos